Um Gato de Rua Chamado Bob – Resenha

cat

Título: Um Gato de Rua Chamado Bob

Autor: James Bowen

Editora: Novo Conceito

Ano de Pulicação: 2013

Nº de páginas: 240 p.

cropped-barra.png

Sinopse: É uma tarde de outono em Covent Garden, Londres. Trabalhadores correm para o almoço, turistas brotam de todos os lados e clientes entram e saem das lojas. No meio de tudo isso está um gato. Usando um vistoso lenço Union Jack em volta do pescoço e cercado por uma multidão de 30 espectadores de boca aberta, Bob, o gatinho cor de laranja, sorri — é, sorri — timidamente. Próximo a ele, está seu dono James Bowen, com seu violão surrado, cantando músicas do Oasis. Então, ele para de tocar e se abaixa para Bob: “Vamos, Bob, cumprimente!”, diz. Bob mexe os bigodes, levanta uma pata e a estende para James. A multidão assobia. Não é todo dia que se vê um gato sentado, calmamente, no centro de Londres, aparentemente sem se abalar com o barulho das sirenes, os carros passando e todo aquele movimento — mas Bob não é um gato comum…

cropped-barra.png

Não haveria outra maneira de eu começar essa resenha sem declarar todo o meu amor pelos felinos peludos. Sempre fui fã dessa companhia, a famosa gateira, e é óbvio, quando vi esse livro fiquei morrendo de vontade de lê-lo. Então eu finalmente li, e o que deu?!

O que deu é que eu morri de amores por essa incrível obra baseada em uma história real. Ela já começa te cativando, mas muito pelo contrário do esperado ela não começa pelo gato, mas sim pelo seu futuro dono. Aí está meus primeiros elogios ao livro. Pensa num personagem com personalidade forte! James (que é o escritor do livro) é um músico “fracassado” e ex usuário de drogas que para sobreviver toca nas ruas de Londres. Sua realidade é dura e o livro aos poucos vai te mostrando cada vez mais isso. Em seguida somos apresentados ao Bob, um gatinho laranja que ele acha perto de sua casa. O trabalho de escrita aqui é fenomenal! Temos um personagem que é um animal não falante o que torna difícil a sua expressão de sentimentos e é aí que entra o trabalho de escrita maravilhoso feito pelo James. Ele consegue transmitir o sentimento do gatinho sem fazê-lo dizer uma palavra ou expor pensamentos. Tudo é feito através de ações e indagações do James sobre as mesmas, o que nos aproxima muito da realidade, pois quem tem gato em casa sabe como estamos sempre tentando decifrá-los.

A química entre os dois é perfeita, ambos são sofredores da vida e conhecem a dura realidade do mundo. Isso tudo é refletido em suas ações e maneira de enxergar a vida, o que nos faz compreender a essência do personagem. Ressalto para as críticas sociais que estão repletas durante todo o livro. Se prepare para refletir muito!

Terminei esse livro chorando e tendo a certeza que li o mais puro relato de amor entre humano e animal. Uma história incrível que vale a pena ser conferida até para os mais desgostosos com os gatinhos!

love

escrito duda

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s