Convite para um Homicídio – Resenha

DSCN2496.JPG

Título: Convite para um Homicídio

Autor: Agatha Christie

Editora: L&PM

Ano de Pulicação: 1950

Nº de páginas: 294 p.

cropped-barra.png

Sinopse: Durante mais uma tranquila e monótona manhã no pequeno vilarejo inglês de Chipping Cleghorn, um anúncio no jornal local deixa os habitantes em polvorosa: todos são convidados a presenciar um homicídio. Pensando ser apenas um jogo de detetive, os vizinhos comparecem em peso, sem estar preparados para o que viria a seguir. Em meio a passados nebulosos e jogos de aparências, o cenário descortinado revela que ninguém é o que parece ser. Para resolver o mistério, a polícia conta com a perspicácia de Miss Jane Marple. Por trás dos cabelos brancos e das agulhas de tricô, a simpática velhinha imortalizada por Agatha Christie tem um profundo conhecimento do ser humano – e das atrocidades de que ele é capaz.

cropped-barra.png

O cenário é Little Paddocks, a casa em que vive Letitia Blacklock e seus familiares. Alguns dos moradores estão presentes na sala de estar, todos convidados para o que seria uma cena do crime. Nesse momento, todos estão em silêncio e parados. A última badalada do relógio soa, as luzes se apagam.

Em mais um dos dias tranquilos do vilarejo de Chipping Cleghorn, todos recebem os seus devidos, e preferidos, jornais naquela monótona manhã. O que ninguém esperava era que um anúncio no Gazette, fosse causar tanto tumulto no pequeno local. Pensando que se tratasse de uma brincadeira – incluindo a própria dona da casa que não fazia ideia do que poderia se tratar o anúncio- alguns dos moradores se encaminham até o endereço, dia e hora marcada. No horário marcado, as luzes do cômodo se desligam e alguém entra pela porta da frente, cegando a todos com a luz da lanterna que segura. Ouvem-se disparos.

É assim que a narrativa do livro começa a se desenrolar, onde se inicia uma investigação para descobrir quem é o autor por trás do crime ocorrido. Todos são suspeitos, e para resolver o mistério o caso está nas mãos do inspetor Craddock, com a ajuda da Miss Jane Marple, uma velhinha simpática e muito perspicaz.

Cada personagem é importante para o desfecho dessa história, onde o livro não se prende apenas em uma personagem para narrar os acontecimentos e assim, também ficamos sabendo um pouco de cada morador de Chipping Cleghorn. Ao longo de todo o livro, vamos desconfiando de cada personagem, onde todos nos mostram motivos e segredos por trás de cada uma de suas ações.

A cada capítulo é aprofundado mais a investigação, chegando ao ponto de ter tantas peças do quebra-cabeça que se torna difícil juntar todas elas para que façam total sentido. O livro tem uma narrativa simples e muito aprofundada e cada detalhe se torna importante para o desfecho, possuindo um final inesperado. Com certeza “Convite para um homicídio” é uma leitura maravilhosa e que prende nossa atenção.

escrito bianca

nota 5

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s